Tipos de receitas de amigurumis

Olá deslumbres!

Conversamos um pouco aqui sobre as receitas, como são os símbolos e como ler, mas você sabe onde encontrá-las? Já comentei diversas vezes que comecei a fazer amigurumis por vídeos, mais precisamente pelos vídeos da Bia Moraes (que é maravilhosa), neles não há escrita e sim a ideia do que fazer que a artesã vai passando. Mas as receitas escritas podem ser encontradas em diversos lugares. Existem muitas receitas gratuitas disponíveis no Instagram (como foi o caso da Maratona) e em sites particulares de cada artesão. Mas e quando queremos ter as nossas receitas ara serem acessadas a qualquer momento?

As receitas disponibilizadas em PDF são adquiridas com o próprio criador da receita. Um exemplo é o site Crochelândia, nele temos receitas gratuitas e pagas. Após a confirmação do pedido (e pagamento nos casos da receita paga) o padrão fica disponível para download e passa a ser nosso para ser utilizado a qualquer momento. Não é permitido compartilhar a receita.

Imagem do site crochelandia.com.br

Mas se você é como eu que não curte muito ficar olhando para a tela também temos as receitas impressas, porém elas são pagas. Temos as revistas da círculo separadas por temas. O investimento varia entre oito e doze reais nos armarinhos e possuem no mínimo 6 padrões diferentes.

Revistas da Círculo

Se quisermos fazer um investimento um pouco maior temos os livros. Meu primeiro livro foi o The Book Made da Dani Dalledone. O livro possui 11 receitas em duas línguas: português e inglês. Minha mais nova aquisição foi a Banda Pica Pau da Yan Schenkel com 20 receitas totalmente em português. Os dois possuem uma explicação com fotos sobre quais são os pontos utilizados e como fazê-los além dos arremates e costuras.

Livros de amigurumis

Por fim, existem os kits que além da receita (apenas de um padrão) também adquirimos os materiais necessários para a execução de uma peça. Um exemplo são os kits da Monique Moleiro (tenho todos!) que são super fofos e divididos em categorias. No meu caso investi apenas no material básico e impresso mas, para quem é iniciante, existem os kits mais detalhados em que você também tem acesso a vídeos explicando o que está na receita impressa e com brindes.

Imagem retirada do Instagram @com_a_mo

Um detalhe importante é que realmente fazemos um investimento quando compramos um padrão em PDF ou impresso. A qualidade do que vamos adquirir também varia. Comprar uma receita com menos valor pode significar adquirir uma receita com poucos detalhes. Alguns padrões possuem muitas fotos detalhando o que temos que fazer passo a passo enquanto outras não possuem fotos nenhuma. Já me frustrei bastante ao comprar um padrão e receber algo confuso e sem detalhes por escolher algo mais barato então recomendo muita pesquisa antes de comprar uma receita.

Exemplo de receita impressa detalhada.

Agora que você já sabe das diferenças basta escolher a sua preferida e colocar a mão a massa.

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.