Dark e minhas impressões da terceira temporada

Oi Deslumbres, quem curte Dark?

Vou aproveitar esse espaço aqui para contar para vocês como foi pra mim assistir a Terceira Temporada de Dark e vai ter muito spoiler, então recomendo ter assistido antes de ler.

Quero escrever aqui toda minha primeira impressão antes de eu ler e ver todos os comentários e explicações que eu sei que já estão rolando nas redes sociais. Então bora.

Minha trilogia favorita é De Volta para o Futuro, eu gosto muito só tema viagem no tempo.

Quando eu ouvi que tinha uma série alemã, meio parecida com Stranger Things e que era sobre viagem no tempo, coloquei na minha lista, mas não dei muito valor.

Qual do assisti a primeira temporada eu fiquei apaixonada com a fotografia e com a filmagem. Fui ficando intrigada com a história, aí veio a segunda temporada com um enredo que foi me tirando o fôlego e amarrando toda história e daí tive que parar pra pensar e entender quem era filho de quem!

Primeiro episódio: Dark é tão fascinante que a gente já vibra só de ver duas letras ao contrário na abertura. Expectativa lá no teto.

A gente entende rápido que a ideia é passar como seria um mundo sem o Jonas e acaba rindo do humor negro em mostraram de cara o Wöller com os dois olhos, mas sem um braço.

Primeiros episódios e já vemos que é muito mais do que ia simples história sem o Jonas.

Vejo a maçã na abertura e já dou um sorriso, concluo que o novo personagem em trio é o Noah da Eva. Daí penso que esse mesmo personagem seria filho de Adam e Eva (depois vou concluir que estava certa) mas ele seria Abel ou Caim? 🤭

Sim eu cochilei no meio da temporada 🤦🏻‍♀️ Não significa que a série seja ruim, de forma alguma, mas que eu já não dou conta dessas maratonas. Por mais ansiosa que eu estivesse pra saber só desfecho dessa história, melhor assistir devagar e ir sugerindo as informações do que cochilar e continuar assistindo ficando ainda mais confusa 😅

Mas vamos me defender, depois que a gente entende o mundo da Eva, vê que ele é uma cópia mais chatinha do mundo do Jonas e mesmo desvendando as interferências do mundo da Eva no mundo do Jonas, dá uma desanimada.

Achei estranho o Jonas morrer e ainda ter a versão dele mais velho e o Adam, mas quando o Bartosz muda a história a gente entende rapidinho.

O que demorei pra entender é que a Martha que o Adam mata é a Martha da versão m que o Jonas morrer, a que não tem a cicatriz, e por isso que o plano dá errado.

É quando você pensa que tá entendendo tudo bem a chave de ouro para encerrar que é o terceiro mundo. A gente imaginava um fechamento de ciclo, mas a série encerra da melhor forma, com uma história realmente concluída.

O que achei totalmente desnecessário foi a piada com o Wöller de novo, achei muuuuuito desnecessário.

Conclui que o melhor mundo é o que nos preocupamos com vivermos da melhor forma o tempo presente, que é o que temos.

E pra encerrar, ao assistir Dark, qualquer temporada, me dá uma vontade de sair na chuva como aqueles personagens que tão sempre saindo na chuva com ia naturalidade rs Sério nunca vi uma história que acontece tanto debaixo de chuva.

Quem assistiu levanta a mão e me conta o que achou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.